quinta-feira, setembro 22, 2005

O "Rita" é um furacão potencialmente perigoso!!

Talvez não saibam que ...
Ou melhor: já repararam que os furacões no hemisfério ocidental, nas Caraíbas, têm sempre nomes de mulheres? E que os seus nomes seguem um lógica alfabética, sendo que aquele que é começado pela letra A, é o primeiro da época, B o segundo e assim sucessivamente.
E sabem porque têm nomes de mulheres sempre? Porque o gajo que achou graça no séc. XIX arranjar esta nomenclatura, um yankee já se vê, disse que teriam nomes de mulheres porque estas eram no seu entender, imprevisíveis e alteravam rapidamente os seus estados de depressão, a tempestade tropical, a furacão, com os sucessivos graus de intensidade.
Ora depois do furacão Katrina, houve mais umas tantas tempestades tropicais que evoluiram ou não para furacões. O mais recente foi o Ophelia. E agora temos um Rita. Bem bichoso , por sinal.
Só que ... no sudoeste da europa, associado estranhamente às altas pressões que nos têm enviado este tempo mesmo carunchoso, há uma tempestade tropical que já evoluiu para furacão de grau elevado e que se chama ..... Advinhem: aceitam-se sugestões.
Então adeus.

5 Comments:

Anonymous The LBug said...

Imaginem as consequências devastadoras que teria um, cujo o nome fosse inspirado, na...

... minha pessoa!!! :o/

Acho que, nesse dia, eu própria emigro para OUTRA GALÁXIA!!!

;o) The LBug

22/9/05 19:27  
Blogger AnaCristina said...

Terá alguma coisa a ver com "filosofo grego famoso que morreu depois de ingerir cicuta"??

;)

23/9/05 00:13  
Anonymous Dulcineia said...

Lurdes! Chama-se de certeza Lurdes, Maria de Lurdes!!!

23/9/05 08:45  
Anonymous The LBug said...

Sim, Dulcinéia!!!

Maria de Lurdes!

(P'rós amigos,... a Milú!!!)

;o) The LBug

P.S.: Eu, cá, ultimamente até lhe tenho chamado outras coisas, mas infelizmente ela não ouve... ai, isto não era para dizer!...

23/9/05 19:12  
Anonymous The LBug said...

Essa foi muito bem apanhada, Ana Cristina! ;o)

Bingo!!!

;o) The LBug

24/9/05 15:01  

Enviar um comentário

<< Home