quinta-feira, julho 21, 2005

O poder dos jornalistas

"(...) o poder do jornalista não assenta no direito de fazer uma pergunta, mas no direito de exigir uma resposta." (Milan Kundera, A Imortalidade, p. 111)

Em Portugal estamos mais adiantados:
O jornalista de TV tem até o direito de não deixar o entrevistado completar o seu discurso, interrompendo-o e tornando-o assim qualquer coisa de irrisório e sem valor!
Espanta-me é a docilidade subserviente com que todos se submetem a este processo tremendamente erosivo da sua credibilidade.

Eu não faço isto com os meus alunos, que são miúdos... nem sei se eles me deixariam, para dizer a verdade!

7 Comments:

Blogger maria said...

É verdade. Já tenho comentado esse aspecto e já me tenho irritado com o modo como os nossos jornalistas cortam as palavras aos entrevistados. Chego a pensar que eles não querem que o oiçamos, querem fazer-se ouvir, o entrevistado é apenas um pretexto.

21/7/05 19:40  
Blogger Miguel Pinto said...

O autismo profissional é contagioso. Há que reforçar a vigilância, caros colegas ;)

21/7/05 22:33  
Blogger The LBug said...

Foi uma moda que "pegou", promovida pelas guerras de audiências e pela sede de protagonismo no nosso "Portugalzinho"!

Por outro lado, por vezes (mais do que as que deveriam ser) convém a uns e a outros manipulações da opinião pública e desvios da atenção para outros assuntos!...

;o) The LBug

21/7/05 23:00  
Anonymous Anónimo said...

Concordo plenamente contigo LBug.
Tl

22/7/05 00:09  
Anonymous IC said...

E a propósito dos nossos alunos serem miúdos... pois são numas coisas, mas noutras nem tanto como parecem... algum jornalista os foi OUVIR, agora que tanto deles se falou? (Sem os tornar "qualquer coisa de irrisório e sem valor"...)

22/7/05 01:13  
Blogger The LBug said...

Estamos em sintonia TL! ;o)



Quanto à IC,

Remeto para o post de 19/07:

"(...)Segundo a análise de uns e outros... somos uma multidão de incompetentes!!! Pelo menos, 7 em cada 10 dos alunos e os respectivos Professores!

Enfim... uma cambada de falhados!!!(...)"

A opinião dos alunos... neste caso, não interessa nada!

llloooolllll

;o) The LBug

22/7/05 01:26  
Blogger Rui said...

Os jornalistas não OUVEM os outros porque não se ouvem a si próprios (se o fizessem, mudariam para melhor, o que não se vê).
Ou então: não OUVEM porque não SUPORTAM ouvir-se a si póprios.

22/7/05 16:58  

Enviar um comentário

<< Home