terça-feira, maio 30, 2006

Os alunos, não se esqueça dos alunos, sra. ministra!

"(...) o sucesso de uma intervenção para a melhoria dos resultados em Matemática depende fundamentalmente do trabalho das escolas e do trabalho colectivo dos professores de matemática."

(do Plano de Acção para a Matemática, Ano Lectivo 2006-07)

Haja alguém que lembre misericordiosamente a sra. ministra da existência dos alunos. E que, como são eles que aprendem, a "dependência fundamental" é com eles...

Ah, afinal já alguém lhe lembrou que existem alunos!
Bolas!, esqueceram-se foi de lhe dizer que eles são pessoas, e que, se não quiserem aprender ou estudar, a escola não tem meios de os obrigar a isso:
"Maria de Lurdes Rodrigues justificou a pouca qualificação dos jovens com um trabalho - quer das escolas, quer dos professores - que "não se encontra ao serviço dos resultados e das aprendizagens"." (JN de hoje)

(E lá vai mais uma bordoada! Primeiro foi ao Ensino Superior com aquela da incompetência dos professores. Agora é a vez da Inspecção-Geral de Educação que permite este comportamento vergonhoso das escolas!)

Ah, ingénua Ministra: a pensar e a dizer tão mal dos professores, pergunto-me como terá desenvolvido a sua actividade docente e o que terá feito no tempo em que era professora...

7 Comments:

Anonymous Gastão Pinto said...

Gostaria saber onde posso encontrar o Plano de Acção para a Matemática, Ano Lectivo 2006-07.
Obrigado pela ajuda

30/5/06 23:04  
Blogger pandora said...

falei no meu blog sobre o regime de exclusividade que tb me chocou bastante. Sugeri a leitura do post do rui para alertar as pessoas para este atirar de areia para os olhos. Espero que não se importem.
Eles querem mesmo é fazer-nos esquecer a gravidade da situação com coisas menores como esta da avaliação feita pelos pais.

31/5/06 16:42  
Anonymous Francine said...

Que blog interessante!
Estou estudando para ser professora também!

Voltarei mais vezes!

31/5/06 18:12  
Anonymous Anónimo said...

Tens razão Rui. A qusetão da avaliação pelos pais está a chocar a opinião pública e é quase certo que vai ser abandonada.Até aquele actor, o Jose Pedro Gomes na crónica das quartas na TSF se insurgiu contra a avaliação. Mas o resto... Os fdp são mesmo espertos!

31/5/06 19:36  
Blogger SaltaPocinhas said...

A ministra é professora?? A sério??
E eu que julgava que ela nunca tinha andado na escola!!

31/5/06 22:17  
Anonymous Anónimo said...

Com outra linguagem, e eis que voltamos aos gloriosos tempos da inconfundível Ana Benavente.
A pressão para o "sucesso" começa a ser sufocante. Apenas o "sucesso" e não mais do que o "sucesso", vale tudo. A chantagem, a ameaça, a provocação, enfim, uma Ana Benavente em versão musculada e com um eduquês simplório. A maior diferença está nas respectivas mães. A desta, houve muito mais piropos.

1/6/06 00:18  
Blogger IC said...

Rui, mas se a ministra passou um ano inteiro sem se lembrar dos alunos (só duma taxa de sucesso que pretende apresentar, importa-lhe lá que seja fictícia!), não achas que ela, nas suas alucinações, já os toma por conjunto vazio?
Abraço

1/6/06 02:34  

Enviar um comentário

<< Home