sexta-feira, junho 02, 2006

Os alunos (2)

Eis algo que não deixa de me espantar.

Porque é que ninguém considera os alunos como intervenientes activos e responsáveis pelo seu sucesso ou insucesso?

Atente-se de novo no Plano de Acção para a Matemática, Ano Lectivo 2006-07: "(...) o sucesso de uma intervenção para a melhoria dos resultados em Matemática depende fundamentalmente do trabalho das escolas e do trabalho colectivo dos professores de matemática."

Os alunos nem sequer são considerados (isto para não falar já dos pais, dos quais, segundo parece, nada se espera).

O S. e a N. eram ambos meus alunos a Matemática no 9º ano. Tiveram 5 no final do ano e 5 no exame, quando bastava terem tido 3 para manterem o 5.

Porque é que trabalharam tanto para o exame? E porque é que outros, também meus alunos, a receberem as mesmas aulas, não o fizeram?

Esta, ninguém tenha dúvidas, é que é a questão verdadeiramente crucial no problema do insucesso escolar!!! Os alunos.

Andar à procura noutros sítios faz-me lembrar a história contada por Herberto Helder:

“Trata-se de uma mulher que perdeu uma agulha na cozinha e a procura na varanda de sua casa. Acorre então o jovem que pretende ajudá-la, e pergunta: Que procura? – Uma agulha. Caiu-me na cozinha. Logo o inexperiente jovem se espanta muito e quer saber porque a procura ela na varanda. – Porque na cozinha está escuro – responde a mulher.
A parábola ajudará a desaprender alguma coisa, e depois será possível aprender outra coisa.”

Acho que isto diz tudo.

3 Comments:

Blogger emn said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

4/6/06 01:50  
Blogger emn said...

:)

4/6/06 01:52  
Blogger velvetsatine said...

Excelente questão. Estou convosco! :-)

9/6/06 13:28  

Enviar um comentário

<< Home