domingo, fevereiro 05, 2006

Uma voz, um guia

Descobri este texto no Insónia:

"No meio da desorientação geral há uma pessoa que tem a obrigação de ser calma: o professor;
compreendemos que todos protestem e discursem e escrevam os seus artigos destruidores, que todos se deixem levar pelo que neles há de ressentimento animal e não de claro pensar humano, que todos se entreguem ao delírio e fujam da apolínea geometria;
jamais poderemos compreender que o faça um mestre; mais do que qualquer outro ele tem de viver pelo espírito e para o espírito;
só o pode tornar inquieto o não conhecer as causas de um fenómeno: mas já para as descobrir tem de ser sereno;
e, conhecidas elas, não há a mínima desculpa para qualquer acto que o iguale aos que o atacam."

Agostinho da Silva
13 de Fevereiro de 1906
3 de Abril de 1994

5 Comments:

Blogger Miguel said...

Mestre, o professor!!! Velho tempos esses em que o professor não era tido como "aquele sujeito que todos os anos pelo mês de Setembro se queixa do que lhe calhou em sorte e que passa o ano à espera das férias".
Vox populum dixit...

5/2/06 19:54  
Blogger IC said...

Rui, acho, sim, que o texto é "uma pequena bússula para estes tempos que nós, os professores, atravessamos", como deixaste escrito no meu cantinho. Aliás, é para manter (ou procurar) essa calma que lá no meu blog às vezes entremeio escritos com a lembrança de um poema, uma imagem tranquila ou até uns momentos de silêncio - não só no blog, também nos meus dias.
Abraço.

6/2/06 02:12  
Blogger LN said...

Muito agradável reencontrar. Vou fazer «link sobre link», se não se importa :)

6/2/06 21:01  
Blogger 3za said...

Serenidade... uma palavra cheia de força (apesar da aparente fragilidade...).

7/2/06 12:03  
Blogger IC said...

Não tem a ver com o texto, só dizer que por "culpa" do Miguel Pinto entrei no desafio das nossas "manias" e, depois de desafiada, desafiei-os a vós, Rui e The LBug, lá no meu cantinho (Passem 1º pelo outròólhar, para verem que o objectivo é "elos") :)

11/2/06 01:19  

Enviar um comentário

<< Home